Brasil: 4º lugar no ranking de construções sustentáveis

O Brasil já é o quarto país no ranking das "construções verdes" — obras que buscam certificações que comprovam que elas são mais sustentáveis que as convencionais. Segundo o Green Building Council (GBC), órgão internacional que analisa este tipo de prédio, o Brasil atualmente só está atrás de EUA, Emirados Árabes Unidos e China em número de construções do gênero. Ao obter os selos, elas ficam mais valorizadas, além de propiciarem menos impacto ambiental.

Ao todo, o País já conta com 43 prédios certificados e 477 em processo de certificação através de selos como o LEED, criado pelo GBC, e o nacional Aqua, inspirado por uma qualificação francesa e outorgado, aqui, pela Fundação Vanzolini (SP). Quando alguma construção ganha o selo comprovou que, por exemplo, economiza um determinado percentual a mais de luz ou água do que uma obra comum; e que se preocupa com a gestão dos resíduos gerados na obra, entre outras especificações.

Certificações: AQUA e LEED

Infográfico: O Dia


Em nível nacional, o Rio é um dos estados que mais se mobilizam pelos certificados: 40% das edificações comerciais novas lançadas nos últimos dois anos são prédios verdes certificados. A Além disso, a Prefeitura do Rio planeja obter selos verdes para as novas construções que visam atender às Olimpíadas de 2016.

E são exatamente os grandes eventos que serão sediados no Brasil nos próximos anos que deverão alavancar ainda mais a posição do País no ranking mundial dos prédios verdes, segundo especialistas. Apesar da boa colocação, o Brasil ainda tem muito a crescer: apenas 1% da oferta atual do mercado imobiliário é composta de construções com selo de sustentabilidade. Nos EUA e Europa o número gira entre 10% e 15%.

É importante lembrar que, apesar da euforia, os "prédios verdes" brasileiros e a maioria dos erguidos no planeta não são "carbono zero", ou seja, seu processo de construção e funcionamento ainda têm impacto no Meio Ambiente. Uma das raras exceções é o prédio Elithis Tower, inaugurado em 2009 em Dijon, na França, que gera energia.

Certificações existem também em outros ramos

Além do setor de construção, outras atividades também possuem selos que atestam seu comprometimento com processos mais sustentáveis.

Entre os mais importantes estão o Selo de Qualidade Ambiental, da Associação Brasileira de Normas Técnicas, que analisa todas as etapas do processo produtivo de companhias de diversos setores.

Há ainda o certificado IBD, para alimentos, cosméticos e algodão orgânicos; o Procel, para eletrodomésticos e equipamentos eletrônicos com eficiência energética comprovada; entre outros.

Fonte: Por João Ricardo Gonçalves. O Dia Online. Março 2012.

FacebookTwitterGoogle BookmarksLinkedIn

Contate-nos!

Nome (*)

must contain only 0-9,a-z,A-Z characters
Email (*)

is not a valid e-mail address.
Telefone


Empresa (*)

must contain only 0-9,a-z,A-Z characters
Comentário




Invalid Input



Nosso Portfolio

Manquehue O´Connell

Área: 2,389,588 sf | 222.000 m2 Localização: Santiago. Chile Cliente: Las Americas

Centro de Dados Northlake

Área: 707,000 sf | 65682 m2 Localização: Northlake, IL. Estados Unidos Construtora: Turner Constru...

Acessórios de tubulação Victaulic

Categoria do produto: Acessórios de tubulação Quantidades do produto: 250 produtos Cliente: Victau...

Harvard Dunster House

Área: 170,000 sf | 15.794 m2 Localização:  Cambridge, MA. Estados Unidos.

Embraco – Fabricante de Compressores

Área: 275,000 sf | 25.500 m2 Localização: Apodaca. México Cliente: Garza Ponce Desarrollos

Registe na nossa Newsletter

Registe na nossa Newsletter e receba grátis as últimas notícias sobre BIM.

Nome (*)
Please add a value for .
Sobrenome (*)
must contain only 0-9,a-z,A-Z characters
Email (*)
is not a valid e-mail address.

Quem Somos Notícias BIM Brasil: 4º lugar no ranking de construções sustentáveis