BIM não é CAD

...ou porque o seu Gerente de CAD não deveria estar a cargo da sua estratégia BIM

Em uma conferência sobre a Modelagem de Informação da Construção (BIM), eu (Martyn Day) falei com o Gerente de CAD de uma empresa de arquiteturade tamanho medio. Ele tinha vindo para o evento pois seu chefe, e sócio da firma, ordenou a ele a "obtenção de BIM" para a empresa. Esta tarefa veio com a condição de que a empresa, não perdesse tempo sobre os projetos atuais e que ele iria mudar os 30 usuários para o novo sistema BIM. Ele estava frustrado pois o evento não lhe dava um caminho claro de como fazer isso.

A realidade é que delegar a tarefa da mudança para BIM a um Gerente de CAD indica que a empresa não tem o compromisso de fazer do BIM um sucesso.

BIM não é CAD

A resolução de "obter BIM" geralmente vem de uma equipe de gestão que delega "tudo ao técnico".

Com a banalização do uso do BIM, muitos gerentes pensam que trata-se apenasde uma mudança direta do seu atual sistema em CAD 2D, e algo tem que ser feito para a empresa se manter competitiva.

Resistência cultural à adoção do BIM é um grande problema e, frequentemente, é difícil de superar. Às vezes pode significar mudanças de pessoal.

É muito mais difícil se a resistência em aprender e usar o sistema acontece com o seu chefe. A gerência precisa comprar o plano de implementação, entender os benefícios e desafios das novas tecnologias, bem como entender os novos processos. Investimentos devem ser destinados à formação, e a empresa tem que ter um objetivo que ela espera cumprir em troca desta mudança.

Sem dúvida, há um papel fundamental a ser desempenhado pelos membros da equipe técnica, e este vai certamente incluir o Gerente de CAD, mas uma equipe de gerência sênior que não está ativamente envolvida na adoção do BIM é o mesmo que demonstrar uma grave negligência profissional.

A gestão da mudança precisa ser da cima para baixo, e o suporte será necessário durante todo o processo. Coitado a quem foi dada a tarefa de "obter BIM na empresa" sem esse apoio. Em algum momento tem que haver uma verificação da realidade com a gestão - você não pode chegar ao BIM, apenas com a compra de software BIM. Os níveis de complexidade aumentarão e mais trabalho será necessário mais cedo no projeto para obter benefícios no futuro.

Os membros da equipe que têm utilizado sistemas de CAD 2D por anos, não mudarão de boa vontade e repentinamente, concluir o processo levará meses ou anos.

Apesar de não ser muito divulgado, existem muitas empresas que falharam na sua adoção do BIM, pois quando a pressão era muita, eles voltaram a usar CAD 2D. Aqui não está em questão o software BIM, mas a falha na estratégia de adoção onde as questões culturais têm sido subestimadas e a incapacidade de obter a aceitação do pessoal. Sustentar qualquer sucesso pode ser difícil de conseguir quando as equipes vão em direções diferentes. Mesmo as empresas que fizeram a mudança para o BIM descobriram que mais de três ou quatro projetos precisam ser concluídos antes que o processo possa ser resolvido internamente e os benefícios do BIM serem obtidos. Os gerentes precisam estar preparados para resultados não imediatos, e, ocasionalmente, terão sua fé testada.

Um papel maior

David Light, o Diretor de Implementação na consultoria BIM CASE, diz que os Gerentes de CAD estão normalmente mais focados em torno da produção de desenhos, e não necessariamente na troca de dados, modelagem ou colaboração. "Os Gerentes de CAD são, geralmente, magos gerenciando a implantação de software CAD, dos padrões de CAD, suporte e treinamento, e todo o gerenciamento que vem ligado com a produção de desenhos".

"Os Gerentes de BIM tem que administrar um nível mais amplo de responsabilidades de implementação. Eles precisam entender o fluxo de trabalho do projeto, como os edifícios são construídos, como a BIM afeta as equipes, impostos, estrutura de gestão, entregas e padrões de colaboração; muitos dos aspectos que vêm com a natureza colaborativa de BIM, desenvolvendo soluções de software, treinamento, gerenciamento de conteúdo, interoperabilidade, mudanças tecnológicas e as habilidades necessárias das pessoas para fazer da implantação um sucesso."

"Eles precisam de habilidades de liderança diferentes, já que esta é uma mudança cultural em comparação com o CAD. Em muitos aspectos, é a mesma mudança que aconteceu quando o Gerente de Desenho evoluiu para Gerente de CAD. O gerenciamento BIM vem com um diferente nível de responsabilidade e know-how técnico ".

Assim, o papel do Gerente de CAD é importante para qualquer implementação BIM e o seu papel se expande com a adoção do BIM, já que há uma abundância de questões de gerenciamento, novos problemas a superar, e novas tecnologias para dominar, especialmente a interoperabilidade.

Enquanto BIM parece "fácil", há realmente uma curva de aprendizagem bastante abrupta, uma vez passado o período de lua de mel. É importante identificar internamente aqueles campeões de BIM que entenderão a tecnologia, e estarão presentes para ajudar o resto durante a transição. Provavelmente o mais importante durante a fase piloto do projeto está em identificar quais dos funcionários estão ficando atrás ou, talvez, de forma mais negativa, sinalizando-os, o que pode ser ainda mais difícil se for um membro sênior da equipe.

Conclusão

Escolher a adopção de BIM é uma visão de empresa, é uma decisão de negócio e não o papel de uma pessoa - a única pessoa que acontece ser o melhor na empresa em CAD e informática. O esforço tem que ser compartilhado e, para isso, todos na gerência tem que parar de falar somente e se educar e colocar a "mão na massa"".

Os Gerentes de CAD podem e desempenham um papel importante na migração para o BIM, especialmente na compreensão da tecnologia, do impacto, e da formação. Se você é um Gerente de CAD que recebeu a tarefa sem suporte, o risco de fracasso é alto, e seu trabalho bem poderia estar em risco como resultado. A melhor abordagem é transformar o debate interno sobre BIM numa decisão organizacional, onde pode ser atingido o maior potencial .

Fonte: BIM is not CAD. By Martyn Day. AEC Magazine. Fevereiro 15, 2013.

FacebookTwitterGoogle BookmarksLinkedIn

Contate-nos!

Nome (*)

must contain only 0-9,a-z,A-Z characters
Email (*)

is not a valid e-mail address.
Telefone


Empresa (*)

must contain only 0-9,a-z,A-Z characters
Comentário




Invalid Input



Nosso Portfolio

Manquehue O´Connell

Área: 2,389,588 sf | 222.000 m2 Localização: Santiago. Chile Cliente: Las Americas

Harvard Dunster House

Área: 170,000 sf | 15.794 m2 Localização:  Cambridge, MA. Estados Unidos.

Embraco – Fabricante de Compressores

Área: 275,000 sf | 25.500 m2 Localização: Apodaca. México Cliente: Garza Ponce Desarrollos

Acessórios de tubulação Victaulic

Categoria do produto: Acessórios de tubulação Quantidades do produto: 250 produtos Cliente: Victau...

Centro de Dados Northlake

Área: 707,000 sf | 65682 m2 Localização: Northlake, IL. Estados Unidos Construtora: Turner Constru...

Registe na nossa Newsletter

Registe na nossa Newsletter e receba grátis as últimas notícias sobre BIM.

Nome (*)
Please add a value for .
Sobrenome (*)
must contain only 0-9,a-z,A-Z characters
Email (*)
is not a valid e-mail address.

Quem Somos Notícias BIM BIM não é CAD