BIM na baixa renda

A biblioteca BIM do Ministério do Desenvolvimento ainda é pouco usada no mercado; saiba como - e em quais casos - usá-la

No início de 2011, o MDIC (Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior) disponibilizou para download uma biblioteca gratuita de componentes BIM (Building Information Mo­de­ling) para projetistas do Minha Casa, Minha Vida. No entanto, passado quase um ano, os arquivos têm sido pouco utilizados pelo mercado.

Os projetos realizados em BIM permitem a construção virtual de uma edificação, em uma modelagem 3D que congrega todas as disciplinas de projeto. Para isso, é essencial que projetistas criem ou tenham acesso a uma biblioteca de componentes construtivos devidamente modelados, com informações detalhadas das características físicas, dados de desempenho, entre outros.

Interessado em estimular a adoção do BIM nos projetos do Minha Casa, o MDIC encomendou ao arquiteto Luiz Augusto Contier a biblioteca de componentes. "O esforço de implantação da tecnologia BIM no Brasil é parte da agenda da política industrial brasileira para a cadeia produtiva da construção civil. Nosso principal desafio é o aumento significativo da produtividade, essencial para a sustentabilidade do atual ciclo de crescimento", diz Marcos Otávio Prates Bezerra, diretor do departamento das indústrias intensivas em mão de obra e recursos naturais da Secretaria do Desenvolvimento da Produção do MDIC.

O documento, no entanto, tem passado despercebido pela maior parte das empresas que atuam no segmento. "Foi uma primeira tentativa de criação de biblioteca com templates para BIM, específicos para MCMV, mas que teve pouca aderência no mercado por ter sido prematura, específica para um determinado software e por contar com pouca divulgação", acredita Fernando Cor­rea da Silva, diretor da Sinco Engenharia e coordenador da comissão de trabalho de projetos do comitê de tecnologia e qualidade do SindusCon-SP (Sindicato da Indústria da Construção Civil de São Paulo).

Sérgio R. Leusin de Amorim, supervisor do projeto, diz que a biblioteca de componentes foi pensada para introduzir o uso do BIM aos projetistas. "A ideia, com o desenvolvimento da biblioteca, foi exatamente demonstrar o potencial do sistema e facilitar o seu uso por iniciantes."

Amanda da Silva Bezerra, gerente de projetos da Tenda, no entanto, observa que a biblioteca disponibilizada pelo MDIC não é passível de simples reprodução. "No nosso caso, a biblioteca não consegue nos atender 100%, pois baseia-se em um sistema construtivo diferente do nosso, que utiliza paredes de concreto."

A construtora Tenda está se preparando desde o início de 2011 para implantar o BIM, seguindo o que já aconteceu dentro de sua controladora, a Gafisa. A expectativa, segundo a área de projetos, é que já no começo deste ano a empresa comece a projetar com a tecnologia.

A Tenda ainda está em fase de construção da sua biblioteca própria, mas adianta que essa etapa não representa um gargalo para a adoção do BIM. "A biblioteca não pode ser apenas uma representação 3D dos elementos e sim um compêndio de informações dos materiais e suas especificações", conclui Régis.


ENTREVISTA - Luiz Augusto Contier

Falta de biblioteca não é empecilho

A biblioteca BIM para projetos do programa Minha Casa, Minha Vida ainda é desconhecida no mercado. O que aconteceu?

Acho que faltou divulgação, pois o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior investiu no material, que é grátis e não se restringe apenas ao programa Minha Casa, Minha Vida. Pode ser usado para outros projetos, inclusive. É só fazer o download. Aliás, a reclamação de que a falta de uma biblioteca possa ser um impeditivo para o uso do BIM não se justifica. Nada impede que cada empresa crie sua própria biblioteca.

Qual foi objetivo desse trabalho?

A intenção ao conceber a biblioteca era livrar o projetista de ter de fazê-lo. Assim, não é preciso ter de "inventar a roda" a cada projeto. As definições dos objetos, com todas as suas características, dão ao mercado parâmetros definidos desses componentes. Os parâmetros foram ajustados para o mercado brasileiro, com as características dos produtos e sistemas construtivos encontrados aqui. Está pronta para uso.

Quais as vantagens de projetar em BIM na baixa renda?

A construção em escala industrial e em repetição exige eficiência e planejamento das construtoras, pois não abre margem para erros, desperdícios e furos nos cronogramas, o que só é possível com o uso de tecnologias adequadas, como o BIM.


Entenda a biblioteca BIM do governo

Template - Criado em Revit, da Autodesk, o template Minha Casa, Minha Vida fornece um arquivo, com as famílias de sistemas usados em projetos de habitação de interesse social já pré-carregadas. Também são disponibilizados três arquivos BIM com as três principais tipologias de sistemas construtivos utilizados em habitações de interesse social - convencional, metálico e alvenaria estrutural.

Famílias - As principais famílias de sistemas são: pilares estruturais; blocos de fundação; sistemas estruturais convencional, metálico e alvenaria estrutural; alvenarias comuns/vedação; alvenarias estruturais; forros; pisos e lajes; guarda-corpo; aparelhos e metais sanitários; equipamentos sanitários; portas e caixilhos; telhados; escadas e elementos de anotação e de representação.

Normas - A representação dos elementos e símbolos de anotação considera as exigências da NBR 6492/1994 - Representação de Projetos de Arquitetura. Mas a maior novidade da biblioteca é que todas as famílias de sistemas foram criadas observando a NBR 15.873 - Norma de Coordenação Modular para Edificações.

Código Sinapi - Também foi criado um campo para inserir o código Sinapi (Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices da Construção Civil), que permite extrair quantitativos com os respectivos preços dos componentes.

Onde encontrar - Os arquivos BIM estão disponíveis aqui

Fonte: Gisele Cichinelli. Revista Construção Mercado. Janeiro 2012.

FacebookTwitterGoogle BookmarksLinkedIn

Contate-nos!

Nome (*)

must contain only 0-9,a-z,A-Z characters
Email (*)

is not a valid e-mail address.
Telefone


Empresa (*)

must contain only 0-9,a-z,A-Z characters
Comentário




Invalid Input



Nosso Portfolio

Embraco – Fabricante de Compressores

Área: 275,000 sf | 25.500 m2 Localização: Apodaca. México Cliente: Garza Ponce Desarrollos

Centro de Dados Northlake

Área: 707,000 sf | 65682 m2 Localização: Northlake, IL. Estados Unidos Construtora: Turner Constru...

Manquehue O´Connell

Área: 2,389,588 sf | 222.000 m2 Localização: Santiago. Chile Cliente: Las Americas

Acessórios de tubulação Victaulic

Categoria do produto: Acessórios de tubulação Quantidades do produto: 250 produtos Cliente: Victau...

Harvard Dunster House

Área: 170,000 sf | 15.794 m2 Localização:  Cambridge, MA. Estados Unidos.

Registe na nossa Newsletter

Registe na nossa Newsletter e receba grátis as últimas notícias sobre BIM.

Nome (*)
Please add a value for .
Sobrenome (*)
must contain only 0-9,a-z,A-Z characters
Email (*)
is not a valid e-mail address.

Quem Somos Notícias BIM BIM na baixa renda